domingo, 7 de julho de 2013

Vazio Interior


          Em nenhum momento da história tivemos à nossa disposição tanto lazer e entretenimento como nos dias atuais. Em contrapartida vivemos na era dos antidepressivos e da depressão como a "doença do século", ou seja, estamos diante de um verdadeiro paradoxo. Nunca compreenderemos esse fenômeno se não o analisarmos à luz da escrituras sagradas. O panorama bíblico mostra que quanto mais o homem afasta-se do Criador e se acerca de ilusões e fantasias, mais aumenta o seu vazio interior.
          Quando penso nesse assunto gosto de estabelecer o jogo quebra-cabeça como um paralelo, pois, Deus ao formar o homem, o fez propositalmente com um espaço que só pode ser preenchido com a Sua presença, um vácuo do tamanho do Altíssimo. Dessa forma só encontraremos a paz e a tão sonhada felicidade quando permitimos a entrada do divino em nossa existência.
          Jesus nos afirma no capítulo quinze, versículo cinco do evangelho de João que sem Ele nada podemos fazer, o que nos leva a um estado de constante dependência. Muitos podem encarar isso como o tolhimento da liberdade humana, mas na verdade é o contrário, pois, só gozaremos da plena liberdade quando estivermos vivendo a desejada vida abundante. Esse nível de felicidade e de qualidade de vida só pode ser alcançado com a solução do vazio interior.
          Somente em Cristo temos a possibilidade de preenchermos o espaço que há dentro de nós, de experimentarmos uma vida com propósito. O mundo que está ao nosso redor não tem sentido em si mesmo, tendo em vista que todas as coisas que fazemos, mesmo as mais simples precisão ter significado e essa razão de ser só é possível através de uma vida dentro propósito em Deus. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou desse post?