quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Reforma Já!


          Hoje comemoramos a data que marcou o início da Reforma Protestante. Em 31 de outubro de 1517, Martinho Lutero afixou as 95 teses na porta da catedral de Wittenberg, protestando contra vários desvios doutrinários cometidos pela Igreja Católica Apostólica Romana. Lutero conclamou o povo a observância dos princípios básicos da vida cristã, na época esquecidos e desprezados pela religiosidade dominante. Tal movimento teve seu alicerce baseado em cinco verdades, que conhecemos como Cinco Solas: Sola fide (somente a fé), Sola scriptura (somente a Escritura), Sola Christus (somente Cristo), Sola gratia (somente a graça) e Soli Deo gloria (glória somente a Deus).
          Passaram-se 495 anos e muita coisa mudou. Daquela época para cá, a Igreja do Senhor passou pelo resgate do sacerdócio pessoal, por inúmeros avivamentos, pela restauração do louvor, pela instituição dos sacramentos esquecidos e pela restauração dos dons ministeriais. Infelizmente o tempo não agregou somente coisas boas, haja vista, que paralelo a toda essa renovação eclesiástica vieram os modismos, o comércio da fé, o apego ao poder, a busca pela glória, a indiferença espiritual, a relativização da pregação da Palavra de Deus e tantas outras mazelas que contemplamos diariamente na seara do Senhor. Diante desse quando imagino o que diria Lutero, Calvino, Wicliffe e todos aqueles que encabeçaram a Reforma.
          Alegro-me em saber que o mesmo Deus que levantou esses homens a bom tempo, tem levantado reformadores em nossa geração. Homens e mulheres que não se calam diante de tantos abusos cometidos em nome de Cristo, que não vendem as suas convicções, que não negociam princípios e que acima de tudo estão dispostos a entregar suas vidas pela pregação do genuíno evangelho da salvação. Como pastor falho e pecador, olho para a Noiva do Cordeiro e vejo a necessidade latente de relembrarmos as Cinco Solas, de entendermos que somente através da fé, obtida pelo conhecimento das Sagradas Escrituras chegaremos ao Cristo experimentando Sua infinita graça e dando toda a glória somente a Deus. Amém.


3 comentários:

  1. O MESMO DEUS DE ONTEM , DEUS DE HOJE GLORIA A DEUS PARA OS SERVOS E SERVAS FIEIS QUE DEUS LEVANTA PARA O ANUNCIO DAS BOAS NOVAS E A DIZER NÃO AO PECADO. HAROLDO FERNANDES

    ResponderExcluir
  2. Verdade Haroldo. Sempre existirá um remanescente fiel. Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Caro irmão.
    O povo continua a padecer por não conhecer as escrituras, ou mesmo por não discernir o que são promessas na antiga aliança e as excelentes promessas da nova aliança, dai fica essa festival de bobagens gospel de um povo que busca andar por caminhos largos e espaçosos, sem tribulações e preocupações como se a conversão fosse sinônimo de "viver em um mar de rosas"

    ResponderExcluir

O que você achou desse post?