quinta-feira, 3 de maio de 2012

Voltando à Imagem e Semelhança


          Segundo as escrituras sagradas, Deus criou o homem á Sua imagem e semelhança, atribuindo ao mesmo as características do Seu caráter e personalidade. Infelizmente, pelo ato de desobediência que culminou na queda de Adão e Eva, toda a humanidade iniciou um processo contínuo de afastamento do Criador. Esse distanciamento promoveu automaticamente a aproximação do homem de Satanás, que consequentemente passou a imprimir no mesmo as características degeneradas do seu caráter e personalidade. Esse processo manifesta-se individualmente, ou seja, cada ser humano não redimido está em um determinado ponto do caminho entre Deus e o Diabo e o nível de degradação de seu caráter dependerá de quem ele está mais próximo, de qual dos dois está exercendo influencia sobre ele. Essa tornou-se a sentença de maldição da humanidade. Felizmente através da obra de redenção do Cristo, podemos dar meia volta e retornarmos ao Pai, através do processo que conhecemos como conversão, que nasce do arrependimento e significa mudança radical de direção. Esse processo também deve ser contínuo e dependendo do estado de degradação em que se encontra o individuo, pode ter um grau maior ou menor de dificuldade e dor. Essa caminhada não terminará nesse terra, pois como ensinou o Apóstolo Paulo: "Todo homem deve buscar a estatura de varão perfeito". Porém, esse grau só será plenamente alcançado quando formos glorificados, após a redenção. Entretanto, enquanto estivermos limitados à existência terrena devemos lutar permanentemente contra a natureza caída que há em nós, sempre com o objetivo de voltarmos a ter a imagem e semelhança do Criador. Não desista, pois, mesmo com as dificuldades da caminhada, no final de tudo valerá a pena receber de volta a integridade do projeto divino estabelecido na criação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou desse post?