domingo, 27 de maio de 2012

Cristãos Sem Igreja


          É possível ser cristão sem frequentar uma congregação? No passado esse questionamento com certeza não seria feito, mas, a cada dia que passa mais pessoas defendem tal comportamento. É claro que todos que acreditam que podem servir a Cristo sem necessariamente estarem integrados a uma igreja local tem justificativas de sobra, tais como: A comercialização da fé, a superficialidade do culto cristão, o medo da violência ou simplesmente o comodismo. Esse distanciamento da congregação ainda encontra reforço com o avanço da tecnologia, haja vista, que hoje podemos assistir aos cultos em tempo real via internet ou TV e ainda contribuir (ofertar e dizimar) através de depósitos em conta bancária.
          Para tristeza dos entusiastas dessa ideia, a mesma não encontra respaldo nas escrituras sagradas, pois, a Bíblia diz em Hebreus 10:25 que não devemos abandonar a nossa congregação. Congregar-se é muito mais que assistir aos cultos ou contribuir financeiramente, pois, através da participação em uma  igreja local colocamos em prática o princípio da comunhão com o próximo, que é fundamental para o nosso crescimento na fé. Costumo sempre exemplificar essa realidade com o exemplo de um pedaço de lenha na fogueira, que enquanto está lá permanece ardendo em chamas, mas se é retirado, vai esfriando-se até apagar. O mesmo acontece com aquele que se afasta do convívio da igreja local.
         A igreja é composta por seres humanos, que tem problemas, divisões e dissenções, mas, isso não pode nos impedir de permanecermos unidos com aqueles que compartilham conosco da mesma fé. Devemos participar de uma congregação cristã e nos envolver ativamente com o estabelecimento do Reino de Deus nessa terra. Refute essa ideia maligna, pois, é impossível ser um cristão verdadeiro sem estar interligado ao corpo de Cristo.

7 comentários:

  1. Exposição clara e precisa, uma resposta a muitos cristãos que por alguma desilusão ou frustração dentro da igreja começam a defender a ideia de que congregar-se não é importante e uma prática até mesmo descartável.
    Considero importante a união/comunhão estabelecida principalmente por meio da congregação em uma igreja local, creio que isso possibilita crescimento e avivamento espiritual.
    Josy

    ResponderExcluir
  2. É verdade Josy. Obrigado pela colaboração.

    ResponderExcluir
  3. acredito plenamente nesse ideia de ser cristao sem igreja ja que a igreja perdeu o referencial e hoje atua mais como meio comercial e ilusionista onde pessoas ditam doutrinas e julgam onde que so quem tem esse poder e Deus sem contar as divisoes internas acredito que nos somos o corpo de cristo e devemos agir de acordo com os principios biblicos de acordo com a palavra de Deus e nao por regras e doutrinas criadas por humanos falhos qeue somos todos nos e sim devemos seguri nosso referencial que a biblia unica fonte de palavra de Deus,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Renata. É impossível ser um cristão autêntico sem se estar integrado em uma congregação.

      Excluir
  4. Porque os evangélicos são tão apegados á questão do dízimo e das ofertas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que, se o dízimo fosse pra Deus Jesus cobraria, Pedro cobraria, Paulo cobraria...isso só pode ser coisa pra sustentar religião. A Igreja de Deus é sustentada por Deus não pelo dinheiro.

      Excluir
  5. Qual era a congregação de Abraão, Isaque e Jacó entre outros...Não vejo a necessidade de seguir regras de homens e sim seguir a Jesus. Amar á Deus e ao próximo como a si mesmo.

    ResponderExcluir

O que você achou desse post?