sábado, 19 de maio de 2012

Chamados para Influenciar


          Existem duas posições antagônicas em relação a postura do cristão frente a sociedade que o cerca. A primeira defende o puritanismo, que apregoa que aquele que é salvo deve isolar-se de tudo que não diz respeito diretamente à fé cristã. Em contrapartida, na direção oposta temos os neo-liberais, que defendem que a salvação traz plena liberdade ao indivíduo, portanto, tudo pode ser relativizado de acordo com o seu ponto de vista. Quando buscamos uma resposta na Bíblia encontramos aspectos verdadeiros em ambos os posicionamentos, dessa forma torna-se necessário fazer uma abordagem mais ampla desse assunto tão importante
         Ao meu ver o cristão não deve orbitar em nenhuma das duas vertentes, antes, deve compreender que o seu chamado não foi para sair do mundo, mas para influenciar o mesmo sem contaminar-se. É evidente que essa não é uma tarefa fácil, pois, como Jesus afirmou: "O mundo jaz no maligno". As investidas do inimigo são ardilosas e sutis, sempre buscando seduzir aqueles que nasceram de novo. Então, como permanecer nesse mundo sem enveredar pelo caminho da perdição? Isso só será possível se tivermos em nós um senso de missão, que consiste em conhecer a Deus e ao Seu propósito para nossas vidas.
          Outro fator que não posso deixar de considerar é a importância da influencia dos cristãos para a transformação da sociedade. Saiba que com exceção de Deus e do diabo, que influenciam sem sofrerem influencia, todos os outros seres são influenciados e influenciadores. Portanto, devemos receber a influencia do evangelho e exerce-la onde quer que estejamos. Precisamos encarar a nossa vizinhança, escola, faculdade, trabalho, igreja e demais grupos sociais onde estamos inseridos, como campos missionários onde fomos colocados para implantarmos os princípios do Reino de Deus através de nossa influencia. Dessa forma conseguiremos estar no mundo sem pertencer ao mesmo.      

Um comentário:

  1. Amém!Temos mesmo que influenciar e não deixarmos ser influenciados.

    ResponderExcluir

O que você achou desse post?