sexta-feira, 11 de maio de 2012

A Bênção do Servir


         O livro "O Monge e o Executivo" do escritor norte americano James Hunter, conseguiu sintetizar de maneira precisa o conceito de servir. A obra é um autêntico best seller, sendo utilizada como referencia de liderança para milhares de corporações ao redor do mundo. O mais interessante é que Hunter não nos apresentou nada novo, antes, fez uma compilação de princípios bíblicos e os personificou através dos personagens da narrativa. Por meio de uma trama envolvente e empolgante, o escritor desvela diante dos nossos olhos a recompensa do servir. Essa verdade é universal e está explicita nas palavras do Cristo, que enfatizou que melhor é dar do que receber e que aquele que quer ser servido, deve servir primeiro. Infelizmente, esse discurso é belíssimo, mas, na esmagadora maioria dos casos não passa de falácia. Principalmente na Igreja, que é a instituição onde o servir deveria ser o propósito principal. É lamentável, mas, como embaixadores do Reino de Deus, ainda deixamos muito a desejar e por causa dessa omissão prejudicamos a transmissão da poderosa mensagem da salvação. Observe o ministério de Jesus e veja que seus fundamentos não foram os belos discursos, antes, foram os momentos primorosos onde serviu abnegadamente aos mais necessitados. Atualmente vemos as empresas investindo maciçamente para que o ambiente de produção seja baseado no servir, no colaborar e no compartilhar. Nós, como Igreja do Cordeiro devemos seguir esse exemplo e despertar dessa letargia do comodismo, voltando-nos o quanto antes para servir ao próximo, pois, somente assim o Reino de Deus se estabelecerá nessa terra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou desse post?