segunda-feira, 30 de abril de 2012

O Preço da Fidelidade

       
"E, posto em agonia, orava mais intensamente. E o seu suor tornou-se em grandes gotas de sangue, que corriam até o chão." Lucas 22: 44.
          Tenho a mais absoluta certeza que nunca conseguiremos compreender a profundidade do que está escrito nessa porção bíblica. Jesus estava ali no jardim Getsêmani, sozinho e em profunda agonia. Seu sofrimento chegou as raias do insuportável, ao ponto de seus vasos dilatarem-se, fazendo com que o sangue escorresse juntamente com o suor. Que dor terrível expressada no seguinte apelo: "Pai , se queres, passa de mim este cálice; todavia não se faça a minha vontade, mas a tua". É inevitável o desejo que temos de interpretar essa passagem bíblica de outra forma qualquer, que não seja a tentativa desesperada do Cristo em buscar outra forma de redenção, porém, o texto não nos deixa outra alternativa. Entretanto o que poderia ser compreendido como fraqueza, transforma-se na mais bela manifestação da humanidade do Nazareno, que ante a própria morte rejeitou ceder ao apelo de sobrevivência presente em todo ser humano, para lançar-se determinadamente e fielmente rumo ao propósito do Criador. O sangue derramado no Getsêmani tem a marca da fidelidade e do compromisso de Jesus para com o propósito de sua vinda a terra. A aplicação desse sangue tem o poder de quebrar toda raiz de engano, rejeição ou infidelidade que estejam arraigadas em nossas vidas. Aplique-o em sua vida e experimente a plenitude da redenção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou desse post?